Cleophas estava deitado no chão e cheios de confusões em sua mente. O que havia acontecido? Que significava tudo aquilo? Será que ele estava delirando? Ou seria apenas os efeitos das drogas e as bebidas?

Seus pensamentos ia paralisando seus movimentos e todo o corpo. Atônito, não podia mover nem sequer um braço. Entretanto, no meio de tanta confusão e incerteza ele se sentia aliviado. Afinal a poucos minutos ele tentava tirar sua vida e desistir de viver.

Aos poucos Marcos ia entrando na casa. Havia um salão imenso cheio de moveis de excelente qualidade, quadros caríssimos e uma arquitetura impecável. Os olhos de Marcos quase saltaram do globo diante de tanto requinte e glamour.

Mas ele não estava ali apenas para admirar e se encantar com as riquezas de Cleophas. Havia uma missão a cumprir e para isso o estava buscando Segundo as ordens do Senhor. E não demorou muito encontrar-lo.

– O que você faz aqui? Gritava espantado Cleophas.

– Eu vim te libertar como você já sabe. Marcos jogava um pouco mais de confusão na mente de Cleophas. Não bastava o permanente estado de incerteza que ele já estava passando, Marcos acrescentou ainda mais e aguçava a sua curiosidade.

– Como assim me libertar? E esse papo de que já sei que liberdade é essa? Quem é você rapaz? Saia já da minha casa! Reivindicava Cleophas a autoridade em sua casa apontando para a mesma porta que marcos tinha entrado.

– Eu ouvi o seu Grito e quando estava a ponto de se suicidar, eu sentir seu desespero quando você estava de arma em punho sobre a cabeça e Também vi como você sofria ao tentar a morte ao invés da vida.

Essas palavras foram contundente para Cleophas. Sentiu-se num verdadeiro “Big Brother”.

– Como você sabe isso tudo sobre mim? Perguntava ele.

– Eu não sei! Mas o Deus que te visitou hoje à noite te conhece e sabe tudo sobre você. Ele te diz que vai te usar poderosamente na terra, você vai libertar vidas, transformar vidas e apagar as chamas do inferno.

– Mas por que eu? Co-o-omo será isso? Gaguejava ela.

– O Espirito de Deus vai se apossar de você. E você vai será um novo Homem! Mas como tudo nessa vida tem um preço isso virá depois de você pagar o Preço?

– Que Preço? Perguntava ele ansioso. Estava acostumado com pagar altas quantias de dinheiro e nem sequer perguntar o preço. Gostava de mostrar para as pessoas que tinha dinheiro e que fazia bom uso dele.

– O preço será… Marcos dava uma pausa como se tivesse visto algo assustador. Ponderava as palavras e prosseguia:

– Você vai perder tudo que tem, vão tomar essa casa e todas as suas posses, sua esposa vai te deixar e você passará a morar nas ruas. E só depois de um tempo o Senhor vai te visitar e vai te fazer um grande homem. “CUIDADO!” Não abandone a fé que Deus te entregou.

Era um preço deveras alto para Cleophas. Homem orgulhoso, autoritário, cheio de presunção, não gostava dos pobres e tão pouco de ajudar. Ouvir todas aquela palavras era uma afronta para o seu ego.

– Confesso que não estou entendo nada. Respondia ele.

– Não procure entender. Apenas receba a força que o Senhor te dar pois você vai precisar.

Diante de tantas coisas acontecendo Cleophas não deu muito crédito para o que Marcos lhe dissera, muito embora o queria fazer-lo. Seu coração, obscurecido pela razão, se negava a crer que um Deus que habitava nos céus falasse com os Homens. Isso para ele era a última coisa que ele podia acreditar.

Marcos por sua Vez disse tudo que tinha que fora enviado para dizer, fez uma breve oração para que o Senhor recebesse aquela pobre alma atormentada e se foi. Da mesma maneira que entrou, saiu.

– Boa noite rapazinho. Dizia o Segurança no portão de entrada.

– Boa noite! Respondia ele olhando firmemente o segurança.

– Olha garoto. Continuava o segurança. Onde está o pessoal que entrou com você?

– que pessoal? Eu entrei sozinho!

– Quando você chegou você entrou com pelo menos mais dez pessoas vestido de branco.

– Estão com o patrão ainda? É que tenho que fechar o portão.

– Mas eu não vim com ninguém! Insistia Marcos. Porém, aos poucos entendeu que o segurança havia tido uma visão e acrescentou.

– Ah, tá! O pessoal não vai sair não . Pode Fechar o portão.

– Ok, Boa noite

– Boa noite.

Aos poucos o sol aparecia no horizonte. Seus raios fazia um desenho único nas nuvens do céu. Os pássaros já entoavam seu cântico e sua música exaltava o criador. Cleophas levantou-se cedo e seguiu rumo a sua cidade. O interior era apenas uma de muitas de suas diversões.

Naquela manhã bem cedo, Marcos saiu para o culto matinal na sua igreja e seus pensamentos estavam em Cleophas.“O que levava uma pessoa com tanta posses na vida perder a vontade de viver?” pensava ele, não podia compreender.

Não podia encaixar isso na cabeça, a vida era maravilhosa, o sol cada manhã batendo no rosto, a brisa soprando forte e acariciando a pele era incrível para ele. Como alguém ia querer desistir assim da vida tão fácil? Isso tudo passava pela sua cabeça e não queria entender como Cleophas desistiu de tudo.

Na igreja havia apenas algumas irmãs de oração que já estavam de joelhos dobrados falando com o Senhor. Marcos entrou, dobrou também os seus joelhos e se pôs a orar. Logo depois que a oração havia terminado, Marcos foi convidado para deixar uma mensagem para a Igreja e falar do amor de Deus.

– Irmãos Jesus falou em sua Palavra Assim: “Eu vim para que tenha vida e a tenha em abundância.” Ninguém deveria ser privado da vida abundante que Deus prometeu. Jesus Cristo prometeu que essa vida a todos, quado digo todos, quero dizer todas pessoas mesmo! Mas essa vida não é apenas financeira ou cheia de prazer. Essa vida deve ser abundante em todos os aspectos da vida humana. A felicidade pertence a Deus e ele já nos Deu tão graciosamente que não dar nem para acreditar! Ele é amoroso e quer que tenhamos a vida eterna. Essa é o proposito da vida abundante para nós…

Cleophas já estava a caminho de volta para sua casa enquanto pensava na noite passada. Não havia pregado os olhos durante toda a noite. Apenas pensava em tudo o que tinha acontecido.

De certa forma até agradecia a Deus por estar vivo mais um dia. Era um novo homem, porém, Precisava se converter em uma nova criatura! Seus olhos pesavam como se estivesse carregando toneladas. Não podia mais conter o sono e dormiu no volante; seu carro vermelho, novo e de último modelo não podia mais ser conduzido por ele e caiu morro abaixo.

Fale para Todos que você AMA da Palavra de Deus.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LIVE OFFLINE
track image
Loading...